sábado, 14 de maio de 2016

Husky siberiano - Conheça esta raça canina

O husky siberiano é uma raça canina oriunda da Sibéria, na Rússia. De um lugar específico localizado a leste dos Montes Urais. Sua função original é tracionar trenós.
Mamãe e bebê husky siberiano
Husky siberiano
As habilidades do Husky tornaram-se mundialmente conhecidas depois da Corrida do Ouro para o Alasca, no início do século XX. Naquela época, os trenós puxados por cães eram os únicos meios de transporte existentes. Era muito comum haver competições entre as equipes de cães puxadores, e o Husky tornou-se um cão famoso nas corridas de trenós.
Durante a Segunda Guerra Mundial, a raça tornou-se célebre pelo trabalho de busca e resgate. A partir de então, o Husky Siberiano passou a ter grande popularidade no mundo todo.
Resultado de imagem para husky siberiano
Filhotes de husky siberiano

Estes cães são conhecidos na Sibéria há milhares de anos, quando foram especialmente desenvolvidos para puxar trenós, em condições de frio extremo, pelos Chukchi, um povo que vive na região.
Em 1887, quando a Rússia ainda dominava o Alasca, estes cães migraram da Sibéria asiáticarumo ao Alasca, começaram a se popularizar pelo mundo. Alguns anos mais tarde, ajudaram a salvar a população de uma aldeia na área americana, quando levaram medicamentos e suprimentos aos habitantes isolados por uma tempestade. Por este feito, um particular exemplar tornou-se muito famoso o cão chamado Balto famoso também em filmes da disney.
Huskys
Características da raça
O Husky Siberiano é um animal de grande beleza, força e resistência. Não é agressivo, pelo contrário, é amável e pode ser um bom animal de estimação para a família. Mas se você pretende adquirir um Husky Siberiano, saiba que em geral este cão tem um temperamento muito particular, podendo parecer extremamente dependente do dono algumas vezes e, em outras, ignorá-lo completamente.
A combinação das cores dos olhos do Husky (marrom ou azul, variando ao mel ou azul esverdeado) é uma das características que fazem com que ele seja tão exótico e atraente. É comum encontrar exemplares com um olho de cada cor, ou ainda olhos particoloridos (duas cores no mesmo olho), o que não deve ser considerado falha genética.
A cor dos pêlos também pode variar muito, do preto ao branco puro, havendo uma máscara na cara da maioria dos exemplares. O comprimento dos pêlos é médio, por isso é necessária uma escovação regular. Os exercícios físicos devem ser intensos. Sendo um cão de grande porte, o Husky Siberiano adapta-se melhor a casas espaçosas.


Perfil Clínico
Huskys
A raça Husky Siberiano é rústica, quase não apresentando problemas de saúde.
Os maiores cuidados devem ser com a escovação da pelagem. Esta deve ser a grande preocupação do proprietário. Como a raça apresenta uma queda quase constante de pêlos durante todo o ano, a retirada de pêlos mortos torna-se fundamental, para não prejudicar a saúde da pele do cão, como a ocorrência de dermatites.
Outra grande preocupação é com a alimentação. Muitos exemplares podem apresentar diarréia caso ocorram mudanças constantes nos hábitos alimentares.
Algumas linhagens da raça apresentam também deficiência de zinco, que pode ser notada inicialmente por alterações na coloração do focinho e na aparência da pele. Os exemplares afetados devem receber suplementação específica, prescrita por um veterinário.

Resumo das características
Resultado de imagem para husky siberiano
Huskys
Nacionalidade: Estados Unidos
Porte: Médio
Temperamento: Balanceado
Treinabilidade: Teimoso
Grau de Proteção: Baixo
Espaço Necessário: Grande
Altura Mín. – Max.: 50.8cm – 61cm
Peso Mínimo: 15.9 kg
Peso Máximo: 27.2 kg
Nível de Energia: Alto
Exercícios Diários: 60 minutos
Cor: Todas as Cores
Tipo de Pêlo: Médio e Denso
Troca de Pêlo: Frequente
Tosa: Não
(Fontes da pesquisa:Wikipédia e petvale.com.br , imagens colhidas na internet)

FILHOTES DE CÃES - CUIDADOS NA PRIMEIRA FASE DE VIDA

Os animais exigem cuidados em todas as fases da vida , mas são os primeiros meses que podem definir a saúde que eles terão quando adultos e até na velhice !
Cãezinhos não são apenas fofos e lindos , eles são também sensíveis e dependentes , portanto , atenção com os cuidados  nessa fase crítica do que poderá ser uma longa e saudável vida ! 

Veja alguns cuidados necessário:


Cãozinho em consulta veterinária 

Muito sensíveis e dependentes, os filhotes precisam de cuidados especiais para crescerem lindos e saudáveis. Portanto, a primeira coisa da qual eles necessitam é mamar o leite de suas mamães até os 60 dias de vida. O leite da cadela é o melhor alimento que existe para o recém-nascido e por isso, o filhotinho deve ficar com ela mamando nos dois primeiros meses de vida. Não é porque o pet está com a mãe que rações, como as premium ou super premium não possam ser oferecidas. Com apenas 25 dias de vida os filhotinhos podem comer rações úmidas ou rações secas para filhotes umedecidas com água.

Resultado de imagem para filhotes de caes
Filhote fofo
Alguns direitos reservados por jdlasica
“A alegria gerada pelo cãozinho filhote também deve ser recíproca, portanto o dono deve tomar alguns cuidados para assegurar o bem-estar do bichinho.“
Os cuidados em relação à saúde deles também são importantes. Um recém-nascido precisa ser vermifugado assim que completa duas semanas de vida, por meio de um medicamento indicado pelo médico veterinário. Para isso, várias doses serão necessárias e todos os filhotinhos da ninhada devem ser vermifugados no mesmo dia que a mãe para que assim, todos estarão livres dos vermes.



Resultado de imagem para filhotes de caes
Caezinhos
O controle de ectoparasitas, como as pulgas e carrapatos, também são muito importantes e existem alguns medicamentos em spray que podem ser usados em filhotes, desde que indicado por um médico veterinário. Os filhotinhos são muito sensíveis, e qualquer medicação errada pode intoxicá-los e até mesmo matá-los, portanto nenhuma medicação deve ser administrada sem orientação profissional.





Resultado de imagem para filhotes de caes
Filhotes de cães

Para proteger esses bichinhos tão frágeis de doenças a vacinação deve ser realizada, pois os protegem de várias doenças terríveis como a cinomose e a parvovirose. Nesse período os cãezinhos precisam receber a primeira dose de vacina (V10, V8 ou V11) quando completarem 45 dias de vida. A segunda dose da vacina é administrada aos 60 dias e a terceira aos 90 dias de vida, que pode ser alterado de acordo com o acompanhamento do médico veterinário.




Resultado de imagem para filhotes de caes
Filhote fofo
Para se divertir com o novo amiguinho de quatro patas, o dono pode passear com o cãozinho e realizar brincadeiras com bolinhas, ossinhos, jogos interativos ou se divertir tirando fotografias ao vestir roupinhas engraçadinhas neles. Todos esses cuidados são essenciais para que o animalzinho cresça saudável e feliz para firmar laços de afeto, respeito e carinho mútuos na relação com seu dono.





(Fonte:http://dicas.petlove.com.br/cuidados-gerais-com-os-filhotes-de-caes/)

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Cão-lobo - Aspectos físicos e comportamentais da Raça

Cão-lobo
Você cruzaria seu cachorro com um lobo ?
Veja o resultado físico e comportamental dessa mistura :

Cão-lobo - Resultado do cruzamento de lobo e cão doméstico

O Cão-lobo é um animal híbrido resultado do cruzamento de um cão doméstico com um lobo. Os cachorros podem acasalar com os lobos e terem filhotes férteis. Isso mostra que a família dos cachorros modernos pertencem a uma subespécie de lobo, em vez de uma espécie a parte.

Os cães-lobos apresentam os instintos selvagens dos lobos e os instintos domésticos dos cães. Seus dentes caninos são maiores do que os dos outros cães.
Mas , mesmo os cães maiores, possuem dentes menores que os lobos, e geralmente obedecem à uma pessoa, seu dono ou proprietário e não outro cão.

Enquanto os lobos vagam por grandes territórios em busca de comida, os cães foram criados para ficar mais perto de casa. Além de reproduzir características dos lobos nos cães, acabaram criando uma espécie de cão de guarda agressivo e territorial

Eles precisam ser tratados de um jeito especial em relação aos cachorros normais, oferecendo-lhes grandes espaços para correr e se sentir livre. E podem se tornar agressivos em relação à comida.

As raças de cães que mais são escolhidas para cruzar com o lobo são o husky siberiano, o malamute do Alasca e o pastor alemão, para que os filhotes que vão nascer se pareçam mais com o lobo. Os cães-lobos não são adequados para donos inexperientes. Existem cerca de 300 mil cães-lobos nos EUA.

Cão-lobo
Malamute do Alasca - Filhotes

Malamute do Alasca - Cão adulto
 Husky Siberiano - exemplares adultos
Filhotes de Husky Siberiano


Pastor alemão de capa preta

Filhote de pastor alemão de capa preta

Pastor alemão preto

Filhotes de pastor alemão preto

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Tosa Ornamental Em Cavalos

Ornamentação de cães para exposição - Veja o que dizem os veterinários

A ornamentação de animais , através da tosa e pintura , é um belo trabalho . Sem dúvidas, esses pets fazem um grande sucesso nas exposições. Contudo , muitos preocupam-se com a saúde dos animais que são submetidos a esse tratamento que os transformam em objetos de arte . 

Criadores e veterinários garantem que , tomados os devidos cuidados, não haveria qualquer problema em ornamentar os animais .
Veja quais seriam esses cuidados e , na dúvida , opte por ser um bom amigo para aquele é o nosso melhor amigo.

Tosa e pintura decorativa em cachorro



Pintura em cachorro
Segundo o zootecnista Alexandre Rossi, cachorros não percebem as cores da mesma forma que humanos, por isso, podem não dar muita bola para a transformação estética. Se os cuidados necessários forem tomados e o animal tenha uma personalidade mais “desinibida”, a graça não só não faz mal à saúde como pode animá-lo.



Poodle gigante com pintura e tosa ornamental
- Em relação ao estado psicológico do animal, é preciso saber que certos cães estão mais acostumados a procedimentos estéticos como tosa e tintura. Se for o caso, até podem entender aquilo como carinho e atenção. Por outro lado, tem cachorro que não gosta de ficar paradinho, prefere ficar brincando. Depende do temperamento. 


Poodle gigante com tingimento e tosa criativa
Alexandre Rossi também avisa que alguns animais acabarão se irritando com a reação das pessoas ao verem-no diferentes. 
- Apesar de não darem tanta bola para a mudança de cor do próprio pelo, eles ficam ligados no modo como nós nos comportamos ao seu lado. É comum, por exemplo, um cachorro ficar “com vergonha” quando tosado. Isso está associado a um animal mais inseguro, que se sente mais frágil com mudanças. Ele se sente, vamos dizer assim, estranho. É importante levar em consideração como os outros vão se comportar em relação ao cachorro. Isso pode mudar a percepção dele em relação ao mundo. Para o bem ou não. 


Tingimento e tosa artística
Para esses animais, o olfato, a audição e o paladar têm importância maior, explica o veterinário José Manuel Mourino. 
- Teoricamente, segundo o que nós conhecemos sobre cães, a mudança de cor não seria tão desconfortável. É diferente de passar um perfume. Com certeza o deixará muito mais incomodado. 
Para não correr o risco de desagradar ao pet com a mudança, a dica do zootecnista é ir devagar com a transformação. O melhor é ir percebendo a reação do bichinho. 


O produto certo no cachorro certo


Tosa criativa em cachorro
Segundo a criadora de poodles gigantes para competições de animais, Luciana Oliveira, o principal é ter cuidado com a escolha do produto a ser usado. 
- Qualquer tintura à base de amônia faz mal ao animal, pois essa substância cai na corrente sanguínea e afeta o sistema neurológico. Há possibilidade até de morte. Devem ser usados apenas produtos naturais, como a anilina, que é empregada não só para esse fim, mas também na coloração de bolos de festa. Não aconselho nem a henna em bichos. 



Poodle gigante em exposição
     Outros problemas que podem ocorrer durante o tingimento com produtos inadequados, explica a criadora, são a contaminação nos olhos e o envenenamento (caso o bicho engula a substância ou a inspire). 
Por fim, antes de sair pintando seu pet com o produto indicado, é imprescindível fazer um teste para descobrir uma possível alergia à tintura - mesmo que ela seja testada e aprovada em animais, avisa Luciana. 



Exposição de cães - tosa artística
- O correto é pincelar o produto a ser usado na parte de trás da coxa do cachorro e deixar agindo por 24 horas. Sem lavar nem enxaguar. Caso não haja nenhuma reação estranha, a tintura está liberada. 
Segundo a especialista em estética canina, as raças mais indicadas para a transformação são as que possuem temperamento dócil e pelo cacheado.
- Poodles são perfeitos para isso. Eles ficam "se sentindo".
(Fonte:http://entretenimento.r7.com/bichos/noticias/tome-cuidado-antes-de-tingir-o-pelo-do-seu-cao-20110204.html)
Ornamentação canina



Tingimento tigrado em cachorro

Decoração de leopardo em cachorro

Ornamentação de cães

Ornamentação de cães
Ornamentação de poodle gigante

Cão de exposição

Cães de exposição

(Fotos extraídas de sites de busca)