sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

COMO SÃO CAPTURADOS OS ANIMAIS VENDIDOS ILEGALMENTE

Métodos cruéis são utilizados pelos traficantes para a captura dos animais silvestres:

Na intensão de capturar determinados animais, várias armadilhas são escondidas entre a vegetação. No entanto, qualquer animal pode ser pega nelas, sendo eles do interesse do caçador ou não. Como essas armadilhas, quase sempre, ferem as vítimas capturadas, muitos deles perdem seu valor comercial e são descartados por lá mesmo. Porém,a  vítima torna-se mortalmente vulnerável, senão pelos ferimentos, então por outros predadores.
Tigre preso à armadilha


 Na intensão de capturar determinados animais, várias armadilhas são escondidas entre a vegetação. No entanto, qualquer animal pode ser pega nelas, sendo eles do interesse do caçador ou não. Como essas armadilhas, quase sempre, ferem as vítimas capturadas, muitos deles perdem seu valor comercial e são descartados por lá mesmo. Porém,a  vítima torna-se mortalmente vulnerável, senão pelos ferimentos, então por outros predadores.

CAPTURA DE AVES:
Gaiola batedeira: Em uma gaiola, é colocado um indivíduo da mesma espécie que se quer capturar, para atrair outros de vida livre. Estas gaiolas são formadas por alçapões, que aprisionam as aves que se aproximam.  Visgo e cera depilatória: Fortes adesivos são aplicados em locais onde as aves geralmente pousam; as aves têm seus pés colados e são impedidas de voar. Algumas vezes, as asas também ficam presas, e são arrancadas impiedosamente pelos traficantes.
Pombo morto em armadilha
Redes de neblina: Uma rede de material sintético é armada em meio a vegetação ou em área descampada, de modo que fique invisível. As aves que passam por ali, se chocam com a rede ficando presas em uma espécie de bolsa que se forma abaixo. Algumas aves podem ficar presas de modo que não seja possível retirá-la sem danificar a rede, mas por se tratar de um equipamento de alto custo, muitas vezes, o traficante opta por cortar as partes do corpo da ave que está presa para não danificar a rede.

Gaiola batedeira: Em uma gaiola, é colocado um indivíduo da mesma espécie que se quer capturar, para atrair outros de vida livre. Estas gaiolas são formadas por alçapões, que aprisionam as aves que se aproximam.

Visgo e cera depilatória: Fortes adesivos são aplicados em locais onde as aves geralmente pousam; as aves têm seus pés colados e são impedidas de voar. Algumas vezes, as asas também ficam presas, e são arrancadas impiedosamente pelos traficantes.

Arapucas: 
Redes de neblina: Uma rede de material sintético é armada em meio a vegetação ou em área descampada, de modo que fique invisível. As aves que passam por ali, se chocam com a rede ficando presas em uma espécie de bolsa que se forma abaixo. Algumas aves podem ficar presas de modo que não seja possível retirá-la sem danificar a rede, mas por se tratar de um equipamento de alto custo, muitas vezes, o traficante opta por cortar as partes do corpo da ave que está presa para não danificar a rede.
Lebre morta presa em armadilha
Gaiolas em forma de pirâmide atraem aves que se aproximam em busca de alimento.

Cágados
Coleta de ovos: Geralmente é feita a coleta dos ovos e é aguardada sua eclosão.

Iguanas
Balanço das árvores: é feito o balanço das árvores onde as iguanas passam a maior parte do tempo, fazendo com que caiam e possam ser capturadas.
Varas de pesca: linhas presas em varas de pesca, que tem por objetivo prende-las pelo pescoço e retirá-las do alto das árvores.




Primatas
Geralmente os traficantes estão em busca de filhotes, pois estes possuem maior valor comercial. Portanto, os pais são assassinados para que não impeçam ou agridam o apanhador.


Vale lembrar que, seja qual for o método empregado e o animal capturado,a caça é sempre cruel e criminosa !
Animais capturados
Animais capturados 

VEJA TAMBÉM : https://mundoanimalevidaselvagem.blogspot.com.br/2017/01/trafico-de-animais-uma-condenacao-para.html

TRÁFICO DE ANIMAIS - Uma Condenação Para Diversas Espécieis Silvestres

TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES - QUEM VENDE, CONDENA , E QUEM COMPRA, SUSTENTA A CONDENAÇÃO.


PARA ONDE VÃO AS ESPÉCIES CAÇADAS E VENDIDAS ILEGALMENTE ?

É um felino de porte grande, com peso variando de 56 a 92 kg, podendo ter até 158 kg, e comprimento variando de 1,12 a 1,85 m sem a cauda, que é relativamente curta. Assemelha-se ao leopardo fisicamente; diferencia-se dele, porém, pelo padrão de manchas na pele e pelo tamanho maior. Existem indivíduos totalmente pretos. Tem uma mordida excepcionalmente poderosa, mesmo em relação aos outros grandes felinos.
Onça-pintada, o maior felino das Américas. Extinta em diversas regiões e ameaçada em tantas outras.

Depois do tráfico de drogas e de armas, que movimentam mais de US$10 bilhões por ano, sendo 1,5 bilhões apenas no Brasil, a atividade ilícita mais lucrativa de todo o planeta é o tráfico de animais silvestres .
Tráfico de animais é o comércio ilegal de animais retirados da natureza e movimenta o mercado da caça ilegal.

PARA ONDE VÃO AS ESPÉCIES CAÇADAS E VENDIDAS ILEGALMENTE ?
A grande maioria vai para o lixo ! A cada 10 animais que são capturadas, 9 morrem durante a captura, o transporte ou no cativeiro.
Restos de animais silvestres
A grande maioria vai para o lixo !
A cada 10 animais que são capturadas, 9 morrem durante a captura, o transporte ou no cativeiro.

De acordo com o relatório da Renctas, Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, os principais destinatários do comércio ilegal de vida silvestre são:
Os zoológicos e colecionadores particulares;
O uso científico/ biopirataria;
Os petshops;
E para produtos e subprodutos (peles, penas, carne, ossos, dentes, marfins, chifres, presas, membros...)


De acordo com o relatório da Renctas, Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, os principais destinatários do comércio ilegal de vida silvestre são: Os zoológicos e colecionadores particulares;  O uso científico/ biopirataria;  Os petshops;  E para produtos e subprodutos (peles, penas, carne, ossos, dentes, marfins, chifres, presas, membros...)
Capivaras sem cabeça
Embora muitos dos animais capturados dentro do território brasileiro sejam destinados a comercialização fora do país, o comércio interno é muito maior, sendo 95% dos animais silvestres capturados ilegalmente vendidos dentro do Brasil. As principais rotas são as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.







Onça-pintada, o maior felino das Américas. Extinta em diversas regiões e ameaçada em tantas outras.
Cabeças de onças-pintadas
Não podemos esquecer
que é tanto por haver compradores quanto pela fragilidade das leis brasileiras de crimes ambientais, que o tráfico se mantém em alta.
Com penas previstas para serem inferiores a 2 anos de detenção e afiançáveis, aqueles que são flagrados cometendo tais crimes, não são presos, apenas realizam os procedimentos previstos em lei e são liberados. E, como o valor da multa a ser paga é insignificante diante do montante que o tráfico gera, logo eles retornam às suas atividades ilegais, normalmente.

Com penas previstas para serem inferiores a 2 anos de detenção e afiançáveis, aqueles que são flagrados cometendo tais crimes, não são presos, apenas realizam os procedimentos previstos em lei e são liberados. E, como o valor da multa a ser paga é insignificante diante do montante que o tráfico gera, logo eles retornam às suas atividades ilegais, normalmente.
Jacaré sendo aberto