sábado, 28 de janeiro de 2017

RÃS-ARLEQUIM - Anfíbios dos mais coloridos, venenosos e ameaçados de extinção. 


Suas cores vibrantes, dispostas sob um fundo preto, representam um aviso claro para seus possíveis predadores de seu potencial letal.
RÃ-ARLEQUIM
Suas cores vibrantes, dispostas sob um fundo preto, representam um aviso claro para seus possíveis predadores de seu potencial letal.

O único predador natural desse anfíbio altamente tóxico é uma mosca, que deposita seus ovos sob a pele da rã. As larvas dessa mosca penetram na pele da rã e vão consumindo seus órgão, até levá-la à morte.

De hábitos diurnos, alimentam-se de insectos, como formigas, ácaros e outros pequenos invertebrados, especialmente após as chuvas.
Seu único predador natural é uma mosca, que deposita seus ovos sob a rã. As larvas dessa mosca penetra a pele e vai consumindo os órgão da rã, até levá-la à morte.
RÃ-ARLEQUIM 

Extremamente sensível às mudanças climáticas, essa tem sido a principal causa da extinção dessa espécie, mas não a única. A coleta praticada por colecionadores também contribuem para o seu desaparecimento.

Rã-arlequim (Atelopus varius), a espécie era encontrada da Costa Rica até ao Panamá. Atualmente,  encontra-se em perigo de extinção, sendo encontrado apenas uns poucos sobreviventes na Costa Rica e extinta no Panamá.
De hábitos diurnos, alimentam-se de insectos, como formigas, ácaros e outros pequenos invertebrados, especialmente após as chuvas.
RÃ-ARLEQUIM 

Extremamente sensível às mudanças climáticas, essa tem sido a principal causa da extinção dessa espécie, mas não a única. A coleta praticada por colecionadores também contribuem para o seu desaparecimento.
RÃ-ARLEQUIM 

Rã-arlequim (Atelopus varius), a espécie era encontrada da Costa Rica até ao Panamá. Atualmente,  encontra-se em perigo de extinção, sendo encontrado apenas uns poucos sobreviventes na Costa Rica e extinta no Panamá.
RÃ-ARLEQUIM 

Rã-arlequim (Atelopus varius), a espécie era encontrada da Costa Rica até ao Panamá. Atualmente,  encontra-se em perigo de extinção, sendo encontrado apenas uns poucos sobreviventes na Costa Rica e extinta no Panamá.
RÃ-ARLEQUIM 


(Fontes:wikipedia,ezoide.com.br)