terça-feira, 14 de março de 2017

GARÇA-BRANCA - GRANDE E PEQUENA

 As garças são aves que habitam áreas próximas a rios, lagos, praias marítimas, manguezais e estuários das regiões tropicais e subtropicais de todos os continentes, exceto Antártida. 

Possuem hábitos solitários, porém vivem em bandos na época da reprodução.
Possuem hábitos diurnos, sendo que se recolhem nas copas de árvores altas no cair da tarde e a noite.
As garças são aves que habitam áreas próximas a rios, lagos, praias marítimas, manguezais e estuários das regiões tropicais e subtropicais de todos os continentes, exceto Antártida. Tem hábitos solitários, porém vivem em bandos na época da reprodução. Possuem hábitos diurnos, sendo que se recolhem nas copas de árvores altas no cair da tarde e a noite.
Garça-branca-pequena, também conhecida como garcinha-branca, garça-pequena e garcinha.
A garça-branca-grande, é ave completamente branca, tem bico longo e amarelado, as pernas são longas e negras, e os dedos igualmente negros.
Mede, em média, 90 cm. Pesa de 3 a 5 quilos. Apresenta egretes, longas plumas, mais evidenciado nos machos no período reprodutivo. A íris é amarela.
Garça-branca-pequena, também conhecida como garcinha-branca, garça-pequena e garcinha. Mede de 51 a 61 centímetros de comprimento e apresenta grandes egretes no período reprodutivo. Totalmente branca. Bico e tarsos negros e pés amarelos. A plumagem é rica em pó, o qual é produzido por plumas de pó concentradas no peito e nos lados do corpo.
Garça-branca-pequena

Garça-branca-pequena, também conhecida como garcinha-branca, garça-pequena e garcinha.
Mede de 51 a 61 centímetros de comprimento e apresenta grandes egretes no período reprodutivo. Totalmente branca. Bico e tarsos negros e pés amarelos. A plumagem é rica em pó, o qual é produzido por plumas de pó concentradas no peito e nos lados do corpo.

As garças se alimentam de presas aquáticas, peixes, pequenos anfíbios, crustáceos e outras espécies de animais aquáticos de pequeno porte. Depois de aproximar-se sorrateiramente com o corpo abaixado e o pescoço recolhido e perfurar, com o bico, o seu alimento, esticando seu longo pescoço.

 A fêmea costuma botar, em média, de 5 a 6 ovos.

 Existem várias gêneros de garças (aproximadamente 60), porém as mais conhecidas são: ardea alba (garça-branca-grande), bulbucos (garça-vaqueira), ardea cocoi (garça-moura), tigrisoma e zebrilus.

As garças se alimentam de presas aquáticas, peixes, pequenos anfíbios, crustáceos e outras espécies de animais aquáticos de pequeno porte. Depois de aproximar-se sorrateiramente com o corpo abaixado e o pescoço recolhido e perfurar, com o bico, o seu alimento, esticando seu longo pescoço.
 As garças são aves que habitam áreas próximas a rios, lagos, praias marítimas, manguezais e estuários das regiões tropicais e subtropicais de todos os continentes, exceto Antártida. 



As garças se alimentam de presas aquáticas, peixes, pequenos anfíbios, crustáceos e outras espécies de animais aquáticos de pequeno porte. Depois de aproximar-se sorrateiramente com o corpo abaixado e o pescoço recolhido e perfurar, com o bico, o seu alimento, esticando seu longo pescoço.
GARÇA-BRANCA-GRANDE, COM SUA PLUMAGEM CARACTERÍSTICA DA FASE DE ACASALAMENTO

Existem várias gêneros de garças (aproximadamente 60), porém as mais conhecidas são: ardea alba (garça-branca-grande), bulbucos (garça-vaqueira), ardea cocoi (garça-moura), tigrisoma e zebrilus.
GARÇA-BRANCA EXIBINDO SEUS EGRETES


Existem várias gêneros de garças (aproximadamente 60), porém as mais conhecidas são: ardea alba (garça-branca-grande), bulbucos (garça-vaqueira), ardea cocoi (garça-moura), tigrisoma e zebrilus.
GARÇA-BRANCA


Existem várias gêneros de garças (aproximadamente 60), porém as mais conhecidas são: ardea alba (garça-branca-grande), bulbucos (garça-vaqueira), ardea cocoi (garça-moura), tigrisoma e zebrilus.
GARÇA-BRANCA -  ALIMENTANDO-SE


As garças são aves que habitam áreas próximas a rios, lagos, praias marítimas, manguezais e estuários das regiões tropicais e subtropicais de todos os continentes, exceto Antártida. Tem hábitos solitários, porém vivem em bandos na época da reprodução. Possuem hábitos diurnos, sendo que se recolhem nas copas de árvores altas no cair da tarde e a noite.
As garças se alimentam de presas aquáticas, peixes, pequenos anfíbios, crustáceos e outras espécies de animais aquáticos de pequeno porte.

As garças são aves que habitam áreas próximas a rios, lagos, praias marítimas, manguezais e estuários das regiões tropicais e subtropicais de todos os continentes, exceto Antártida. Tem hábitos solitários, porém vivem em bandos na época da reprodução. Possuem hábitos diurnos, sendo que se recolhem nas copas de árvores altas no cair da tarde e a noite.
GARÇA-BRANCA - Depois de aproximar-se sorrateiramente com o corpo abaixado e o pescoço recolhido e perfurar, com o bico, o seu alimento, esticando seu longo pescoço.

(Fontes da pesquisa: wikiaves.com.br,wikipedia.com) 

PEIXE-MANDARIM - Exuberante, Tímido e Indicado Para Aquários

O peixe-mandarim é um peixe exuberante e tímido e por isso é muito usado em aquários como animal de estimação. 

Possui cores fortes, brilhantes e desenhos organizados agressivamente em sua pele. Essa característica é um mecanismo de defesa contra predadores, indicando que a carne do peixe-mandarim tem gosto ruim, já que seu corpo produz um muco viscoso de gosto e cheiro horríveis.
PEIXE-MANDARIM - Exuberante, Tímido e Indicado Para Aquários
Possui cores fortes, brilhantes e desenhos organizados agressivamente em sua pele. Essa característica é um mecanismo de defesa contra predadores, indicando que a carne do peixe-mandarim tem gosto ruim, já que seu corpo produz um muco viscoso de gosto e cheiro horríveis.

O que difere os machos das fêmeas de peixe-mandarim é que os machos são tipicamente maiores e apresentam extensões nas nadadeiras dorsal e anal. Também é mais comum os machos possuírem cores mais bem distribuídas e brilhantes que as fêmeas, embora isso nem sempre aconteça.

O que difere os machos das fêmeas de peixe-mandarim é que os machos são tipicamente maiores e apresentam extensões nas nadadeiras dorsal e anal. Também é mais comum os machos possuírem cores mais bem distribuídas e brilhantes que as fêmeas, embora isso nem sempre aconteça.
PEIXE-MANDARIM - Exuberante, Tímido e Indicado Para Aquários
Quando criado em aquário ou em cativeiro, o peixe-mandarim deve conviver somente com indivíduos da mesma espécie pois pode ser agressivo com indivíduos de espécies diferentes. Além disso a reprodução em cativeiro é muito difícil de ser alcançada e a alimentação a partir de produtos industrializados não é aceita pelo peixe se o ambiente do aquário não estiver nas condições ideais.
A temperatura ideal da água de um aquário para um peixe-mandarim é de 25 °C com pH em torno de 8,2.

Quando criado em aquário ou em cativeiro, o peixe-mandarim deve conviver somente com indivíduos da mesma espécie pois pode ser agressivo com indivíduos de espécies diferentes. Além disso a reprodução em cativeiro é muito difícil de ser alcançada e a alimentação a partir de produtos industrializados não é aceita pelo peixe se o ambiente do aquário não estiver nas condições ideais. A temperatura ideal da água de um aquário para um peixe-mandarim é de 25 °C com pH em torno de 8,2.
PEIXE-MANDARIM - Exuberante, Tímido e Indicado Para Aquários
O peixe-mandarim (Synchiropus splendidus) é um peixe de água salgada, adaptado ao clima tropical que mede de 6 a 10 centímetros de comprimento. Vive escondido em fendas nos recifes de coral e alimenta-se de pequenos animais marinhos que passam próximos ao seu esconderijo. Também é encontrado, com menos frequência, em águas rasas protegidas, como lagoas costeiras e pequenas baías.
O peixe-mandarim (Synchiropus splendidus) é um peixe de água salgada, adaptado ao clima tropical que mede de 6 a 10 centímetros de comprimento. Vive escondido em fendas nos recifes de coral e alimenta-se de pequenos animais marinhos que passam próximos ao seu esconderijo. Também é encontrado, com menos frequência, em águas rasas protegidas, como lagoas costeiras e pequenas baías.
PEIXE-MANDARIM - Exuberante, Tímido e Indicado Para Aquários
Esta espécie de peixe é mais comumente encontrada no Oceano Pacífico, mas também pode ser encontrado no Oceano Índico e no Caribe.


Esta espécie de peixe é mais comumente encontrada no Oceano Pacífico, mas também pode ser encontrado no Oceano Índico e no Caribe.
PEIXE-MANDARIM - Exuberante, Tímido e Indicado Para Aquários